Palavra do Presidente

Mentiras ocultas

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Palavra do presidente da FCDL-RS

Investir em iniciativas sem consistência é um péssimo negócio, tanto na vida de cada indivíduo, quanto no conjunto de uma sociedade e este tipo de engano é mais comum do que se imagina. 

O mundo entrou em uma grave crise econômica a partir de 2008 porque as pessoas resolveram acreditar que o preço dos imóveis nos Estados Unidos subiria para sempre, garantindo um dinheiro fácil e barato pelo refinanciamento de dívidas imobiliárias. 

No Brasil, está claro que o país não vai para a frente porque a construção política de nossa nação é feita a partir de pressupostos que estão longe da verdade. Na história da democracia brasileira e latino-americana, ciclicamente a ordem constitucional entra em colapso. Isto não acontece em outras partes do mundo com modelos políticos similares. Então, o erro é nosso e não dos pilares estruturais do sistema democrático.

A base da democracia consiste na existência independente e equilibrada dos três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário, cada qual com suas atribuições e limites de alçada constitucional, que define claramente direitos e obrigações tanto dos cidadãos, como dos agentes públicos.

No Brasil e em países vizinhos, a conquista da democracia fica limitada a uma grande festa de votos predominantemente alegóricos. A alegoria se espalha por discursos, leis e decisões públicas muitas vezes desconectadas da realidade objetiva e mais próximas da fantasia e que facilmente entorpece os menos prevenidos. Tal ambiente, que poderíamos chamar de sonho, é um terreno fértil para o desperdício dos recursos públicos e para a corrupção em geral. 

Em um aspecto de fantasia, coisas como ética, responsabilidade e realidade tornam-se secundárias e as crises no Brasil vêm ocorrendo exatamente em momentos nos quais as fantasias colocam a realidade em colapso e acabam virando pesadelos. O momento que vivemos certamente coincide com o pior dos pesadelos da nossa história.

No Poder Executivo, pelo menos oito ministros estão envolvidos em inquéritos e no Legislativo, um elevado percentual de parlamentares, seja da Câmara dos Deputados ou do Senado, são suspeitos de atividades corruptas. Na Suprema Corte do Judiciário, há divisão na interpretação da Constituição Federal, especialmente no que se refere a prisão ou soltura dos protagonistas da corrupção nacional.

O quadro é mais do que suficiente para certificar que a democracia brasileira está longe de exercer seu papel de modelo político que nos conduza a prosperidade e a evolução como sociedade. A prioridade é o resgate da ética, da definição de direitos e deveres realistas e da probidade como única maneira de construirmos um futuro realmente melhor.

Devemos estar cientes de que o que existe hoje não é democracia, mas um conjunto de mentiras ocultas por discursos populistas que enraízam a corrupção e o atraso do Brasil. O primeiro passo para a cura é reconhecer a doença e, com urgência, rever a receita (Carta Magna).

Vitor Augusto Koch

Presidente FCDL-RS

R. Doutor Flores, 240 2°Andar - Centro Histórico | Porto Alegre - RS | CEP 90020-120 | (51) 3213.1777 | fcdl@fcdl-rs.com.br

© 2016 Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RS. Todos os diretor reservados.

Procurar