Comunicação

Região Sul totaliza 8,15 milhões de inadimplentes ao final de maio

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

Pesquisa do SPC Brasil mostra que houve elevação de 1,08% no total de pessoas físicas com CPF negativado no RS, SC e PR no período de maio de 2017 a maio de 2018

 

O mês de maio registrou elevação de 1,08% no total de pessoas físicas inadimplentes na Região Sul, na comparação com igual período de 2017. Já na comparação mensal, isto é, entre maio e abril deste ano, o número de inadimplentes cresceu 0,17%. Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná contabilizam 8,15 milhões de consumidores com CPF restrito para fazer compras a prazo ou contratar crédito, o que corresponde a 36% da população adulta dos três estados. Isso foi demonstrado em pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), que apontou um total de 63,29 milhões de inadimplentes em todo o país ao final do quinto mês do ano.

 

Na avaliação da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS o indicador mostra que a lenta recuperação econômica que o país vive atualmente não trouxe reflexos expressivos para a população. O mercado de trabalho ainda restrito, os juros cobrados do consumidor que não tiveram a mesma queda da Selic e a perda de renda real nos últimos anos são fatores que comprometem o orçamento das famílias e, muitas vezes, impedem que alguns compromissos financeiros sejam saldados.

 

- Ainda que percentualmente a Região Sul apresente o menor número de inadimplente proporcionalmente a população dos três estados, observarmos que 36% dos adultos gaúchos, catarinenses e paranaenses estão com seu CPF negativo é um fator preocupante. Sem uma recuperação mais acelerada da empregabilidade e da renda familiar, esse quadro ainda levará algum tempo para ser revertido – ressalta o presidente da FCDL-RS, Vitor Augusto Koch.

 

Outro dado apurado pela pesquisa do SPC Brasil foi o volume de dívidas em nome de pessoas físicas. Nesse caso, na Região Sul, a inadimplência registrou queda de 3,90% em maio de 2018, na comparação com o mesmo mês de 2017. O número de dívidas mostra recuo ininterrupto na região desde agosto de 2016.

 

Os dados abertos por setor credor mostram que no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná o número de dívidas com o setor de Comunicação avançou 3,78%. Já o setor de Água e Luz recuou 14,44%, enquanto o Comércio observou queda de 8,86% e os bancos, de 4,12%. Em termos de participação na Região Sul, os bancos lideram, com 47,97% do total de dívidas, vindo a seguir o Comércio (22,15%); o setor de Comunicação (18,20%); e o setor de Água e Luz (2,30%).

 

R. Doutor Flores, 240 2°Andar - Centro Histórico | Porto Alegre - RS | CEP 90020-120 | (51) 3213.1777 | fcdl@fcdl-rs.com.br

© 2018 Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do RS. Todos os direitos reservados.

Procurar